Energia e Meio Ambiente

Devido à pandemia, Europa, Índia, China e partes dos EUA dependem menos do carvão

Devido à pandemia, Europa, Índia, China e partes dos EUA dependem menos do carvão


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Pode haver uma pequena pontada de boas notícias que surgiram desta devastadora pandemia de coronavírus, e é que grandes partes do mundo estão se tornando menos dependentes do carvão, de acordo com Bloomberg. Quão? Você pode perguntar?

RELACIONADOS: RELATÓRIO ENCONTRA CARVÃO ENERGIA INVESTIMENTO ENCANAMENTO 75% DESDE 2015

Bem, em certas partes do mundo, o carvão se tornou mais caro do que o gás e as energias renováveis. Assim, países da Europa, bem como Índia, China e partes dos Estados Unidos, estão mudando para fontes alternativas de energia.

Essa deve ser uma boa notícia para os ativistas que há muito vêm tentando provar o custo ambiental devastador do carvão. A Europa está provando ser um exemplo chave na mudança do carvão para outras fontes de energia, de acordo com a Bloomberg.

A União viu mais dois dos seus países, Áustria e Suécia, encerrarem as suas últimas centrais eléctricas a carvão nas últimas duas semanas. Bloomberg relata que, de acordo com Kathrin Gutmann, diretora de campanha da Europe Beyond Coal, a Europa seguiu três regras para tornar essa transição tranquila.

A União implementou as políticas certas em nível federal, forneceu soluções para os problemas de intermitência das energias renováveis ​​no nível local e também ofereceu opções para os meios de subsistência relacionados ao carvão que seriam perdidos. Em seguida, ele precisa implementar prazos para eliminar o carvão que são baseados na ciência do clima e cumpri-los.

Se isso não for feito, avisa Gutmann, o país pode ser processado. É difícil dizer se todas as nações mudarão do carvão para outras alternativas mais ecológicas mais cedo ou mais tarde. Uma coisa é certa, porém, é que um dia todos eles precisarão fazer a transição acontecer. Até esse dia chegar, estaremos prendendo a respiração.


Assista o vídeo: GMFLIX - Fontes renováveis de energia com prof. Ezequiel Santos (Dezembro 2022).